domingo, 3 de agosto de 2008

o poema



Vão os pássaros crivando
o ar de sons,
moradores das árvores
que há séculos
perduram: populosas cidades
onde pulula
o corvo, o melro, o rouxinol,
refúgios musicais
cuja sombra atinge
a criança despida
e a piscina sangrenta
onde nadou
de "Modas e Bordados d´Alice Corinde"
Fenda Edições, 1995- esgotado

5 comentários:

graça martins disse...

Eu diria seguramente, que não estás a converter-te ao anarquismo- já deve correr-te nas veias o ímpeto do ANARQUISMO. Porque, conseguir uma raridade deste teor !!! Modas & Bordados da Alice Corinde. Caro João, a tua persistência é linda de se ver. Sabes? essa persistência é como a força do amor...será pelo anarquismo?

Supermassive Black-Hole disse...

eventualmente. já sabe que mum expert me disse isso...
de qualquer forma, persistencia, assumo que seja no interesse pela "estilista" Alice Corinde.
Estive a investigar algumas coisas... agora tenho que arranjar forma de deitar mão nos livros dela, que são pelo menos dois... tenho que pensar e ordenar os locais/ pessoas que me podem conduzir a esta senhora, ou melhor, aos seus livros.

graça martins disse...

PARABÉNS João
Já ultrapassaste as 1000 visitas.
Então a garrafa para comemorar.
E o bolo de chocolate?
Tens de fazer qualquer coisa de festivo.
Pensa nisso.
Um beijo

Supermassive Black-Hole disse...

Um Baileys no Shis não caía mal... ou talvez uma Coca-Cola... o bolo de chocolate é que tinha que ser o da Centesima Pagina... e esse terá que esperar por depois do Sudoeste... mas podemos pensar nisso, se quiser...

Um beijo

Supermassive Black-Hole disse...

Ja agora: ALGUÉM ME ARRANJA OS LIVROS DA ALICE CORINDE??????????????????????????????????????????????????????????????