segunda-feira, 3 de agosto de 2009

"Autogénese" de e por Natália Correia

de "O Vinho e a Lira", 1966

1 comentário:

sleeping beauty disse...

assim vale a pena ouvir poesia.
O prazer das palavras a enrolarem-se na língua. Esta mulher respirava erotismo...
ÚNICA!